Avalição Física

Através da Avaliação Física é que se torna possível fazer um programa de exercícios personalizados, o que garante a obtenção do resultado físico e orgânico que se deseja alcançar com eles, além de trazer segurança à saúde nos momentos de sua prática: com eles é possível detectar problemas de saúde ainda não percebidos pelo(a) aluno(a) e/ou qualquer condição que possa comprometer o bem-estar na hora dos treinos.

Vamos a alguns exemplos…

Certa vez, uma aluna me reclamou de cansaço para fazer as atividades do seu programa, ao verificar sua frequência cardíaca, identifiquei batimentos cardíacos acelerados (taquicardia) com baixa de pressão arterial (hipotensão). Sugeri procurar um médico que, através de exames, identificou uma anemia de grau elevado.

Em outro caso, fiz uma avaliação na qual o aluno dizia não ter nenhum problema de saúde. Ao verificar, sua pressão arterial estava 160/100. Sabendo-se que os padrões normais são 120/80, sugeri procurar um cardiologista que, ao fazer um teste ergométrico, identificou uma isquemia ventricular esquerda, doença que pode levar a pessoa a óbito.

Cito os problemas de saúde identificados na avaliação física, pois acho de extrema importância; porém, não esquecendo que, através da avaliação física, podemos prescrever programas de treinamento mais fidedignos e personalizados, trazendo assim melhores resultados, que poderão ser comprovados através das reavaliações feitas a cada três meses após o início do programa de treinamento.

Não deixe de fazer sua Avaliação Física e as Reavaliações Periódicas para que, no decorrer de sua atividade física, possamos saber com segurança como anda seu desempenho na busca por melhores resultados.

Por José Carlos (Zeca)