28/06/2017

Treinar em jejum emagrece?

Alguns acreditam que treinar em jejum faz com que o corpo passe a queimar maior quantidade de calorias para gerar energia durante o treino e isso potencializaria o processo de emagrecimento. Isso se deveria ao fato do organismo, sem outro alternativa, passaria a consumir a gordura ao invés do açúcar para gerar energia.
Para outros, o treinamento em jejum, em determinadas circunstâncias, pode ajudar a aumentar o seu desempenho já que o abastecimento de carboidratos é concluído após o treino e não antes.
Já há quem diga que o efeito é contrário ao desejado, consumindo a massa muscular ao invés de gordura.
O tema é polêmico e é objeto de estudos no mundo inteiro.
Os defensores se baseiam em resultados como o da equipe de pesquisadores da Universidade Católica de Leuven, na Bélgica, cujos estudos comprovaram maior queima de gordura como também melhora o desempenho em esportes de resistência, pois promove adaptações metabólicas.
Mas atestam também que o treinamento em jejum repetitivo pode ter efeitos negativos, se realizado ao longo de um período muito extenso. Já que esse tipo de treinamento, afeta os níveis de glicogênio muscular prejudicando a função imunológica.
Recentemente, o Strenght and Conditioning Journal publicou um estudo que em que o organismo acaba consumindo a proteína dos músculos ao invés da gordura localizada. Isso pode ocorrer porque quando a pessoa está com o estômago vazio, há liberação do hormônio cortisol, que inibe a queima de gordura durante a prática de exercício e o corpo acaba usando a massa muscular como fonte de energia.
Devida a tantas controvérsias, o melhor é que antes de introduzir algo novo em seu treino, você consulte um médico ou um professor de educação física para que ele te oriente. Já que cada organismo reage de uma forma.
A combinação da sua resistência, massa corporal e desempenho são únicos e dependendo do seu objetivo, o treino em jejum pode te atrapalhar, causar tontura e afetar o seu rendimento.
É importante que você conheça bem seu corpo antes de tentar algo radical. E fazer testes sempre com acompanhamento. Dessa forma, você encontrará o treino que está mais alinhado com suas necessidades e com a sua performance.